Crise financeira no GDF atrasa pagamento dos servidores

Após o Governador do DF afirmar, em uma reunião na semana passada com sua equipe de governo, que caixa do GDF está “praticamente zerado”, agora a informação é que o GDF irá se esforçar para realizar o pagamento dos servidores na próxima semana, sem o adiantamento do Fundo Constitucional, o governo não realizou o pagamento hoje, data em que estava prevista o pagamento. A antecipação do fundo era vista como a principal alternativa para os pagamentos.

O valor do repasse do Fundo Constitucional que Governo do Distrito Federal esperava conseguir é de R$ 412 milhões para quitar os vencimentos dos servidores das áreas de saúde e de educação.

O Ministério da Fazenda, disse que o repasse do Fundo não ocorreu por que a lei estabelece que a verba é disponibilizada em duodécimos e, assim, seria inviável fazer o adiantamento.

Com a dívida herdada na casa dos R$ 3,5 bilhões, de acordo com a nova composição do Palácio do Buriti, a equipe governista tem tomado uma série de medidas para recuperar o caixa do DF, porém o chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, garante que não há recursos para fazer os pagamentos hoje.

“Nós prevemos que até a metade do mês entrarão recursos no caixa, com recolhimento de impostos, por exemplo. Aí, conseguiremos quitar os vencimentos previstos para o quinto dia útil do mês (hoje)”, detalhou.

O secretário de Fazenda, Leonardo Colombini, se reuniu com outros integrantes do governo federal em busca da verba. Mesmo com todo o esforço, o GDF não teve o pedido atendido.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) acompanha a situação financeira do DF. O procurador-geral, Leonardo Bessa, informou que o MPDFT está atento, mas precisa esperar um relatório do Tribunal de Contas do DF para saber se terá que encaminhar o processo para as promotorias. Ele garantiu que a prioridade na atual gestão do MP será evitar que rombos financeiros se repitam.

Crise financeira no GDF atrasa pagamento dos servidores
Crise financeira no GDF atrasa pagamento dos servidores

Adaptado com modificações. Fonte: www.correiobraziliense.com.br.

Neste clima de incerteza espera-se que as nomeações previstas para este ano não sejam prejudicadas.

Será que a estabilidade virou instabilidade? E vocês o que acham?


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!