Concursos Exército: como se preparar e ser aprovado

Você já pensou em fazer um concurso do Exército?

As Forças Armadas Brasileiras são compostas pelo Exército, pela Marinha e pela Aeronáutica. Todas as atividades dessas instituições se destinam à defesa da Pátria. Em especial, o Exército contribui com as demais Forças por meio de tarefas terrestres.

A carreira no Exército oferece muitos benefícios, bons salários e possibilidades de ascensão profissional.

Se você pretende ingressar por meio dos concursos Exército é importante saber que eles são oferecidos por diversas escolas, por isso os editais e suas especificações são diferentes.

Para ajudar você a compreender melhor o funcionamento dos concursos do Exército, preparamos este artigo. Preste muita atenção para saber as possibilidades de cargos e como se preparar.

Cargos do Exército disponíveis nos concursos

Vamos começar conhecendo os principais cargos preenchidos em um concurso do Exército.

Afinal, é com base neles que você vai determinar se essa carreira é para você. Bem como o cargo para o qual pretende montar seu plano de estudos para concursos e concorrer a vaga.

Os principais cargos disponíveis por meio de concursos públicos no exército são para oficiais e sargentos.

No entanto, existem vagas destinadas às áreas da saúde, música e da engenharia dentro do órgão de defesa. Ainda existem alguns concursos para vagas de capelães católicos e evangélicos.

Salário e benefícios do aprovado em um concurso do Exército

Em relação a remuneração, na ESA (Escola de Sargentos das Armas) o último edital apresentou o soldo de R$ 3.825,00 para sargentos. Já na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) ao final do curso de formação o soldo do oficial é R$ 6.993,00.

Os benefícios também podem mudar de acordo com a escola, mas, normalmente, envolvem alojamento, alimentação, fardamento, assistência médica, odontológica e psicológica.

Vale mencionar que o plano de carreira militar é muito bom, pois ele apresenta vários níveis hierárquicos. Então, o candidato tem muitas possibilidades de ascensão e, consequentemente, pode obter reajustes consideráveis na remuneração.

Além disso, dependendo do cargo existem algumas gratificações que somam ao salário, como adicional militar, adicional de habilitação, adicional de compensação orgânica, adicional de permanência, gratificação de localidade especial e gratificação de representação.

Leia também: Revisão de estudos: o pilar central para passar em concursos

Principais concursos do Exército Brasileiro

Você pode ingressar no Exército por meio do serviço militar obrigatório ou de concurso público.

Na segunda opção existem diferentes formas de ingresso. Pois os editais, cronogramas, requisitos, etapas do processo, salário e postos variam conforme a escola de formação.

Normalmente, os requisitos para participar do concurso incluem que o candidato seja brasileiro nato com Ensino Médio completo e idade mínima de 17 anos, bem como tenha altura mínima de 1,60 para homens e 1,55 para mulheres.

O candidato também não pode ter filhos ou dependentes e deve estar em dia com suas obrigações eleitorais e militares.

Geralmente, todo o processo pode ser realizado e acompanhado no site da instituição que organiza o certame.

Dentre elas podemos destacar:

  • Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx)
  • Escola de Sargentos das Armas (ESA)
  • Escola de Sargentos de Logística (EsLog)
  • Instituto Militar de Engenharia (IME)
  • Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx)
  • Escola de Saúde do Exército (EsSEx)

Entenda o processo de avaliação por escola nos concursos do Exército

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército, mas conhecida como EsPCEx, realiza concurso de nível médio para oficiais.

O processo de ingresso tem duas etapas, na primeira acontece uma prova objetiva e uma redação. Já na segunda etapa temos exames que avaliam a saúde, bem como a aptidão física e psicológica.

Os candidatos aprovados participam do curso de formação por cinco anos.

Já a Escola de Sargentos das Armas (ESA) apresenta o concurso que oferece mais vagas de nível médio para ingresso na carreira militar. Nesta instituição existem oportunidades para as áreas da aviação, da saúde e de música.

O processo de seleção inclui provas objetivas, redação, prova de títulos, inspeção de saúde, exame de aptidão física e exame de habilitação musical (para candidatos às vagas na área de música).

Na Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx) as vagas são de nível superior, pois é uma instituição apenas para formação militar. Normalmente, no edital do concurso são estipuladas quais graduações serão aceitas no certame.

Nessa escola também tem um processo de seleção específico para capelão evangélico e católico.

Outra instituição que merece destaque é o Instituto Militar de Engenharia (IME) que apresenta o concurso mais difícil para ingresso na carreira militar. Por isso, ele é considerado uma referência nacional e internacional de ensino.

Os candidatos que conseguem passar podem fazer cursos de graduação e pós-graduação em Engenharia.

Saiba mais: 5 técnicas de memorização para concursos para utilizar hoje mesmo

Como funcionam e como se preparar para um concurso do Exército

Os concursos do Exército, independente do cargo, variam conforme a escola formadora. Assim, ao se preparar para estudar, utilize o edital da escola de formação que pretende ingressar.

Quanto a estrutura do concurso do Exército, é padrão acontecerem provas objetivas e discursivas. Bem nos moldes dos certames de outras áreas de concursos públicos no país.

Existe uma prova adicional nos concursos para músicos que consiste em um teste de habilidade no instrumento escolhido.

As provas objetivas são divididas em dois conjuntos de exames, uma prova de conhecimentos básicos e outra de conhecimentos específicos. Nas provas discursivas o candidato precisa produzir uma redação de acordo com o tema definido pela banca examinadora.

Mas, afinal, como se preparar para essas provas?

O primeiro passo é estudar o edital do concurso assim que for disponibilizado. Embora se possível, estudar editais anteriores já ajuda a antecipar matérias e dominar melhor os conteúdos.

Junto isso, elaborar uma rotina ou cronograma de estudos para o concurso que vai participar também é essencial. E nos estudos sempre é importante adotar boas técnicas de estudo, gestão de tempo, revisão de estudos e memorização.

Como por exemplo:

Gostou deste artigo? Então, assine a nossa lista VIP e receba diretamente no seu e-mail nosso conteúdo exclusivo.


Comentários


CONCURSOS 2021: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2021: principais concursos previstos para o DF em 2021!