5 técnicas de memorização para concursos para utilizar hoje mesmo

O edital do concurso público que você tanto quer fazer e ser aprovado finalmente saiu. Imediatamente você faz a sua inscrição e começa a sua preparação para a prova.

Baixa materiais gratuitos, compra apostilas, livros e até mesmo cursos para concursos. Você monta uma rotina para estudar as matérias e se dedica ao máximo para aprender tudo sobre os assuntos do certame.

Mesmo assim, vem a preocupação de esquecer tudo o que estudou para a prova. E assim perder a aprovação e vaga no cargo que deseja, não é mesmo?

Para te ajudar a evitar esse problema, reunimos neste artigo 5 técnicas de memorização poderosas para concursos públicos. Confira agora e garanta que não vai esquecer nada na sua prova.

1 – Revisões Periódicas para diminuir a curva de esquecimento

Tão importante quanto estudar e estudar um pouco mais os conteúdos para o concurso é revisar as matérias aprendidas.

É fundamental entender que o nosso cérebro possui o que se chama de Curva de Esquecimento. Esse conceito comprova um fato um tanto desanimador sobre o nosso cérebro.

Temos a capacidade natural de esquecer mais ou menos 50% do que aprendemos estudando ao longo de um dia. Ou seja, ao final do dia temos a tendência de esquecer metade de tudo o que estudamos. E ao longo dos dias essa curva vai se acentuando até esquecermos cerca de 90% de tudo que estudamos.

Mas existe uma forma de evitar tamanha perda de informações da memória, e tornar nosso estudo mais produtivo. Que é realizar boas revisões periódicas do que estudamos ao longo do dia.

Se não é possível revisar os assuntos no mesmo dia, é importante fazer essa revisão 24 horas depois. Então, uma nova revisão precisa ser feita 7 dias depois.

Pode parecer simples, mas essa é uma das mais poderosas técnicas de memorização para concursos. Com ela é possível reduzir o avanço da Curva de Esquecimento e melhorar a capacidade de memorização do concursando.

2 – Gravações de áudio dos estudos

A segunda técnica para ajudar a melhorar a memorização dos estudos é a de gravar resumos do que estudou em áudio.

Depois de terminar o estudo de uma matéria ou assunto específico, pegue um gravador de voz e conte um resumo do estudo. Você pode gravar uma nota rápida, de um minuto ou dois, explicando o que aprendeu do assunto.

É melhor fazer essa gravação logo após estudar e realizar exercícios de fixação e prática do estudo.

Essas gravações ajudam na memorização pois o estudante primeiro realizou um trabalho de síntese do conteúdo. Ele resumiu as informações que aprendeu para gravar para si um conteúdo explicativo. E com isso, o cérebro sedimenta melhor as informações nas conexões sinápticas e facilita a memorização.

Além disso, como ele vai utilizar as gravações para revisar conteúdos, o reforço do assunto em sua memória é melhor. O que também ajuda a memorizar mais fácil.

Essa é uma dica preciosa, que inclusive também está presente na nossa lista de técnicas de estudos para concurso.

3 – Fichas com a ideia central do assunto estudado

Muitas pessoas acreditam que fazer revisões é estudar novamente todo o conteúdo que ele já viu sobre um assunto.

E isso é um erro sério, que faz com que ele perca um tempo considerável sem necessidade. Pois você só vai estar repetindo tudo o que leu, estudou, e isso toma muito tempo.

É mais interessante para estudantes fazerem suas revisões de conteúdos por meio de fichas. Nessas fichas, você deve colocar a ideia central do assunto que estudou, ou ainda as palavras-chaves principais do conteúdo.

Essas fichas ajudam o cérebro, na medida que o estudante utiliza para revisar estudos, a criar mais conexões sinápticas. E por cadeia, fortalecer a memória do aluno sobre o tema, colocando os assuntos na memória de longo prazo.

4 – Flash Cards

Com toda certeza ao longo da sua vida de estudante, você já passou pela seguinte situação:

Ao chegar em alguma questão de uma prova, você lembrou que tinha estudado o assunto, mas não conseguia recordar a resposta. O que é algo muito frustrante para qualquer estudante, ainda mais quem está se preparando para um concurso público.

Esse problema pode ser resolvido pela quarta das nossas técnicas de memorização para concursos.

A técnica consiste em utilizar Flash Cards, que são pequenos cartões de notas, usados para memorização. Essa técnica é bem simples, de um lado do cartão você vai colocar uma pergunta sobre um assunto que estudou.

Do outro lado do cartão você simplesmente escreve a resposta certa. Feito isso, para revisar o estudo basta pegar os flash cards, conferir a pergunta e respondê-los

Agora, pra ser efetiva para a sua memorização, você sempre deve responder a pergunta do Flash Card antes de virar para o lado da resposta. 🙂

Acertar de primeira significa que seu cérebro está memorizando bem aquela informação, e que portanto você precisa revisar menos o Flash Cards em questão.

5 – Resolver questões: a essencial das técnicas de memorização para concursos

Para finalizarmos a nossa lista de técnicas de memorização para concursos de hoje está a prática de resolver questões.

Quando apenas lemos um assunto, e não praticamos, ele fica na nossa mente de forma bem abstrata. E quanto mais abstrata está uma informação na nossa mente, mais fácil é de esquecê-la.

Para memorizar o que estuda para o concurso é fundamental torná-lo o mais concreto possível no cérebro. E a melhor forma de se fazer isso é fazer questões práticas.

Uma das formas de fazer isso é por meio de simulados. Eles não apenas vão ajudar a testar o seu conhecimento para o concurso, como melhorar a fixação do que estuda.

Gostou das nossas dicas e deseja uma parte dois com mais técnicas de memorização para concursos? É só deixar nos comentários que vamos trazer mais técnicas e recursos para melhorar ainda mais sua capacidade de memorização.


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!