Publicado o edital do concurso público de admissão ao Curso de Formação de Oficiais Policiais Militares da Polícia Militar do Distrito Federal (CFOPM). O concurso PMDF 2016 destina-se a selecionar 50 candidatos, da seguinte forma: 45 candidatos do sexo masculino e 5 candidatas do sexo feminino para admissão no 1º ano do Curso de Formação de Oficiais Policiais Militares (CFOPM), destinando-se 3 vezes o número de vagas para formação de cadastro de reserva.

O concurso PMDF 2016 será executado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) em conjunto com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

O concurso público constará de 7 etapas, a saber:

  • exame de habilidades e conhecimentos, mediante a aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do IADES;
  • exame de habilidades e conhecimentos, mediante a aplicação de prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do IADES;
  • testes de aptidão física, de caráter eliminatório, de responsabilidade do IADES;
  • exames biométricos e avaliação médica, de caráter eliminatório, de responsabilidade do IADES;
  • avaliação psicológica, de caráter eliminatório, de responsabilidade do IADES;
  • sindicância da vida pregressa e investigação social, de caráter eliminatório, de responsabilidade da PMDF; e
  • prova de títulos, de caráter classificatório, de responsabilidade do IADES.

As provas e etapas referentes ao concurso público serão aplicadas no Distrito Federal.

EDITAISCARGOINSCRIÇÃOPROVAS

CARGO: Policial Militar, na graduação de Aluno-Oficial PM, do Quadro de Praças Especiais.

Remuneração durante o 1º (primeiro) e o 2º (segundo) ano do CFOPM: R$ 5.202,59.

Remuneração durante o 3º (terceiro) ano do CFOPM: R$ 6.112,87.

Remuneração como Aspirante-a-Oficial PM: R$ 10.147,13.

Remuneração como 2º Tenente: R$ 11.894,25.

Regime Jurídico: O desempenho da atividade policial militar é de dedicação integral ao serviço policial militar, podendo o policial militar ser convocado, em qualquer dia e horário, conforme a necessidade do emprego pela PMDF, observados os dispositivos legais, visando o fiel cumprimento do 5o do Art. 144 da Constituição Federal, bem como legislação correlata.

Durante o curso de formação o candidato incluso na PMDF é matriculado no CFOPM na condição de Cadete, com as seguintes atribuições (descrição sumária): exercer atividade estudantil, em regime de dedicação integral (semi-internato e internato), e demais atividades internas e externas atreladas à sua formação, durante o período de duração do CFOPM, conforme normas em vigor e regulamentos da Escola de Formação de Oficiais (EsFO) e conforme prescreve o subitem 22.3 deste edital.

Após o curso de formação e durante o estágio probatório, como Aspirante-a-Oficial PM, e após a promoção ao 1º (primeiro) posto do oficialato (2º Tenente) o policial militar cumprirá as atribuições e obrigações inerentes ao cargo, no sentido de exercer atividades compatíveis com o correspondente grau hierárquico, abrangendo a direção, fiscalização, supervisão, coordenação, planejamento, orientação, execução e controle da administração policial militar e das operações policiais militares, bem como presidir procedimentos administrativos e de polícia judiciária militar, na forma da legislação ou regulamentação específica.

O Aspirante-a-oficial PM exercerá atividades inerentes aos oficiais subalternos (tenentes), com atribuições e deveres semelhantes, respeitadas as restrições previstas em leis, regulamentos e instruções pertinentes, conforme relacionado a seguir:

  • exercer o comando de pelotão e de operações policiais típicas de Polícia Militar;
  • desenvolver e coordenar ações policiais típicas de Polícia Militar;
  • manter a hierarquia e a disciplina;
  • coordenar, controlar e executar as atividades específicas de Polícia Militar ou de interesse da segurança pública;
  • supervisionar o policiamento ostensivo;
  • coordenar os recursos humanos e logísticos da Corporação;
  • assessorar o comando, participando do planejamento de ações e operações;
  • coordenar, supervisionar, fiscalizar e realizar as atividades de inteligência policial, quando designado;
  • desenvolver processos e procedimentos administrativos militares;
  • atuar na coordenação da comunicação social;
  • promover estudos técnicos e de capacitação profissional;
  • representar à autoridade competente sobre questões de natureza penal militar;
  • presidir inquéritos policiais militares, sindicâncias e outros procedimentos de natureza criminal ou administrativa;
  • promover a segurança pública através de atividades preventivas e repressivas imediatas nos diversos tipos e modalidades de policiamento;
  • executar tarefas do posto superior, desde que esteja na condição de Interino ou Em Exercício, e, quando estritamente necessário; e
  • assessorar o Comando da Corporação nos assuntos relacionados à sua área específica.

As inscrições deverão ser feitas exclusivamente via internet no endereço eletrônico <http://www.iades.com.br> no período entre 8 (oito) horas do dia 18 de dezembro de 2016 e 22 (vinte e duas) horas do dia 8 de fevereiro de 2017 15 de fevereiro de 2017 (PRORROGADO).

O valor da taxa de inscrição será de R$ 88,00.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 10 de fevereiro de 2017 16 de fevereiro de 2017 (PRORROGADO).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na data provável de 12 de março de 2017, no turno da tarde e com a duração de 5 horas.

Os locais, datas e horários de aplicação das provas objetiva e discursiva serão divulgados no endereço eletrônico http://www.iades.com.br, na data provável de 3 de março de 2017 7 de março de 2017.

PROVA OBJETIVA

A prova objetiva será composta de 70 questões, de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas em cada questão, para escolha de 1 (uma) única resposta correta, e pontuação total variando entre o mínimo de 0,00 (zero) ponto e o máximo de 110,00 (cento e dez) pontos, de acordo com os conteúdos programáticos definidos no Anexo I e o número de questões e os pesos definidos a seguir:

  • conhecimentos básicos: 30 (trinta) questões com peso 1 (um) para cada questão, sendo: 8 (oito) questões de Língua Portuguesa, 6 (seis) questões de Língua Inglesa, 8 (oito) questões sobre Legislação Aplicável a Polícia Militar do Distrito Federal, 4 (quatro) questões de Criminologia e 4 (quatro) questões de Direitos Humanos;
  • conhecimentos específicos: 40 (quarenta) questões com peso 2 (dois) para cada questão.

PROVA DISCURSIVA

A prova discursiva será aplicada no mesmo dia, turno e dentro dos prazos de duração previstos para a realização da prova objetiva.

A prova discursiva terá o objetivo de avaliar, com base nos conhecimentos constantes do conteúdo programático, a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa.

A prova discursiva receberá pontuação máxima igual a 20,00 pontos.

Serão considerados aprovados no concurso público somente os candidatos que realizaram com êxito todas as etapas mencionadas no edital e que estejam classificados dentro da quantidade de vagas indicadas no subitem 1.2 do edital de abertura, ou seja:

  • sexo masculino: 45 (quarenta e cinco) candidatos para admissão no 1º (primeiro) ano do CFOPM e 135 (cento e trinta e cinco) candidatos para a formação de cadastro de reserva; e
  • sexo feminino: 5 (cinco) candidatas para admissão no 1º (primeiro) ano do CFOPM e 15 (quinze) candidatas para a formação de cadastro de reserva.

concurso PMDF 2015 300x159 - Concurso PMDF 2016: Saiu o edital para Aluno-Oficial PM, são 50 vagas O prazo de validade do concurso PMDF 2016 esgotar-se-á após 2 anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Durante o prazo de validade do concurso público, incluindo a sua prorrogação, se for o caso, surgindo novas vagas, poderão ser convocados candidatos remanescentes do cadastro de reserva, para matrícula no CFOPM, condicionando-se para tanto, a prévia autorização do Conselho de Política de Recursos Humanos – SEPLAG/DF.

Para mais informação acesse: POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL

Comentários