Processo Seletivo DPE BA: Convocação para a Prova Objetiva

Divulgado a convocação para a prova objetiva do Processo Seletivo Simplificado da Defensoria Pública do Estado da Bahia (Processo Seletivo DPE BA) para contratação temporária de pessoal. O processo seletivo é organizado pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e ofertará 33 vagas para nível médio e 3 vagas para nível técnico e 41 vagas para nível superior, totalizando 77 vagas!

A aplicação das provas objetivas para os cargos de Agente Administrativo (Nível Médio ou Equivalente) e Técnico de Informática (Nível Médio Técnico) será realizada no dia 27 de janeiro de 2019 (domingo), no turno matutino.

A aplicação das provas objetivas para o cargo de Analista Técnico de Nível Superior será realizada no dia 27 de janeiro de 2019 (domingo), no turno vespertino.

A duração da prova objetiva para os cargos de Analista Técnico de Nível Superior, Agente Administrativo (Nível Médio ou Equivalente) e Técnico de Informática (Nível Médio Técnico) será de 04 (quatro) horas, incluindo o tempo para preenchimento da Folha de Respostas.

PROVAS

Para o cargo de Analista Técnico de Nível Superior, a Prova Objetiva constará de 60 (sessenta) questões, conforme quadro abaixo:

CargoProva ObjetivaNº de Questões
Analista Técnico de Nível SuperiorLíngua Portuguesa10
Matemática/Raciocínio Lógico10
Informática05
Legislação Institucional10
Conhecimentos Específicos do Cargo25
TOTAL DE QUESTÕES60

 

Para o cargo de Agente Administrativo (Nível Médio ou Equivalente), a Prova Objetiva constará de 50 (cinquenta) questões, conforme quadro abaixo:

CargoProva ObjetivaNº de Questões
Agente Administrativo (Nível Médio ou Equivalente)Língua Portuguesa10
Matemática/Raciocínio Lógico10
Informática05
Legislação Institucional10
Conhecimentos Específicos do Cargo15
TOTAL DE QUESTÕES50

 

Para o cargo de Técnico de Informática (Nível Médio Técnico), a Prova Objetiva constará de 50 (cinquenta) questões, conforme quadro abaixo:

CargoProva ObjetivaNº de Questões
Técnico de Informática (Nível MédioTécnico)Língua Portuguesa10
Matemática/Raciocínio Lógico10
Legislação Institucional10
Conhecimentos Específicos do Cargo20
TOTAL DE QUESTÕES50

ETAPAS

O Processo Seletivo DPE BA será realizado em duas etapas:

  • 1ª Fase – Sob responsabilidade do CPS/UNEB: Avaliação de habilidades e conhecimentos, mediante a aplicação de Prova Objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, na Capital e em 16 (dezesseis) cidades localizadas no interior do estado da Bahia, para os concorrentes aos cargos de Nível Superior, Nível Médio ou equivalente e Nível Médio Técnico, conforme QUADRO DE PROVAS constante no Item 7 deste Edital;
  • 2ª Fase – Sob  responsabilidade da Defensoria Pública: Procedimentos pré-admissionais a serem realizados de acordo com as normas contidas em Edital específico, a ser publicado em data oportuna.

REGIME DE CONTRATAÇÃO E CARGA HORÁRIA DE TRABALHO

O candidato convocado e contratado será regido pelo Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Estado da Bahia, das Autarquias e das Fundações Públicas Estaduais, instituído pela Lei Estadual n. 6.677 de 26 de setembro de 1994, e alterações posteriores. O contrato de trabalho será celebrado sob o Regime Especial de Direito Administrativo- REDA, pelo período máximo de até 02 (dois) anos, podendo ser renovado por igual período, uma única vez, se for do interesse da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Os procedimentos pré-admissionais serão realizados de acordo com as normas contidas em Edital específico, a ser publicado em data oportuna.

A carga horária de trabalho será de 40 (quarenta) horas semanais.

O candidato classificado ou aprovado para os cargos/vagas disponíveis ou para cargos/cadastro de reserva, poderão, a critério da Defensoria Pública, ser convocado a atuar em quaisquer das cidades que compõem o Território de Identidade para o qual concorreu.

CARGOS

A remuneração para os cargos de nível superior é de R$ 2.614,65. Além dos salários os aprovados contarão com benefícios de auxilio-alimentação e auxilio transporte.

O cargo de nível médio é o de Agente administrativo, com remuneração de R$ 1.543,99. O cargo também tem direito a auxilio-alimentação e auxilio transporte.

Já o cargo de nível técnico, é para técnicos em informatica com remuneração de R$ 1.543,99 mais benefícios. Todos o cargos terão que cumprir jornada de 40 horas semanais.

ANALISTA TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR

A remuneração para o Cargo de Analista Técnico de Nível Superior será composta pelo salário e gratificação, totalizando o montante de R$ 2.614,65 (dois mil, seiscentos e quatorze reais e sessenta e cinco centavos). Será concedido auxílio-alimentação e auxílio- transporte.

As atribuições do Cargo de Analista Técnico de Nível Superior, elencadas abaixo, estão em conformidade com o perfil profissional de cada formação e com as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – DIREITO

Assessorar os membros da Defensoria Pública em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; realizar avaliações e vistorias; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados; elaborar e analisar informações, certidões, declarações, laudos, pareceres, relatórios e documentos congêneres; elaborar minutas de atos administrativos e normativos; propor planos, projetos, programas, diretrizes e políticas de atuação; atuar em planos, programas, projetos e convênios; atuar na gestão de contratos; auxiliar no atendimento técnico aos assistidos; auxiliar na realização das tarefas administrativas afeitas às áreas de atuação institucional; participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho; participar do planejamento estratégico institucional; observar e zelar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação; atender o público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencialmente; prestar informações sobre a localização e tramitação de processos e documentos; orientar quanto à aplicação das normas internas ou da sua área de atuação; contribuir para a melhoria contínua dos processos e rotinas de trabalho; inserir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos; observar e zelar pelo cumprimento dos prazos; realizar tarefas de expediente; realizar atividades relativas à tramitação e movimentação de procedimentos administrativos e documentos; executar demais atividades necessárias ao desempenho do cargo ou que eventualmente venham a ser determinadas pelo superior hierárquico, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – ADMINISTRAÇÃO

Formular, implantar e avaliar sistemas, processos e métodos de gestão, especialmente nas áreas de administração de materiais e compras, informação, gestão de pessoas, desenvolvimento organizacional, patrimônio e afins; formular e promover a articulação de programas, projetos e parcerias estratégicas; executar atividades especializadas de planejamento, gestão, coordenação e assistência técnica, bem como administrativas e de logísticas; pesquisar, desenvolver, monitorar e sistematizar as atividades decorrentes do planejamento estratégico e tático; acompanhar e avaliar projetos e ações implementados nas diferentes áreas de gestão; elaborar, analisar e interpretar pesquisas, quadros, tabelas e planilhas; redigir relatórios, contratos, normas, editais, manuais e outros documentos; efetuar estimativa de despesas da unidade; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos planos, programas e projetos desenvolvidos pela área; aperfeiçoar procedimentos e métodos de trabalho; atuar em processos licitatórios; executar atividades inerentes aos subsistemas de gestão de pessoas; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Realizar perícias, exames, vistorias, avaliações e estudos técnicos; coletar e analisar dados documentais e de campo; prestar informações técnicas sob a forma de pareceres, laudos e relatórios, indicando a fundamentação técnica, métodos e parâmetros aplicados; atuar em processos administrativos e judiciais como assistente técnico; participar de eventos externos e reuniões técnicas quando determinado pela autoridade competente; e assessorar tecnicamente comissões, grupos e equipes de trabalho constituídos pela autoridade competente; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – SECRETARIADO EXECUTIVO

Planejar, organizar e dirigir os serviços de secretaria; assistir e assessorar coordenadores e/ou subcoordenadores executivos, coletar informações para a consecução de objetivos e metas de empresas; redigir textos profissionais especializados; registrar encontros, deliberações e encaminhamentos; sintetizar textos e documentos; registrar e distribuir expedientes e outras tarefas correlatas; conhecimentos protocolares; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Realizar a gestão de projetos de desenvolvimento de sistemas de informação finalísticos e corporativos, incluindo a análise, a implementação, os testes, a manutenção e a documentação de acordo com as metodologias, normas, técnicas e padrões adotados na organização; identificar necessidades da organização e prospectar soluções tecnológicas disponíveis no mercado, elaborando e validando especificações técnicas para contratação; acompanhar o processo de contratação de bens e serviços de TI, inclusive a fase de execução; estabelecer e monitorar processos, normas e padrões para o desenvolvimento de sistemas,  inclusive o modelo corporativo de dados e os relacionados à segurança da informação e comunicação, estabelecer e assegurar os níveis de qualidade dos sistemas de informação e comunicação; participar em atividades de consultoria, suporte técnico e capacitação de usuários e desenvolvedores, zelando pela qualidade do atendimento em sua área de atuação; disponibilizar informações de apoio a decisões estratégicas; realizar a gestão e a implementação da governança de TI; realizar a gestão de projetos de instalação, configuração e manutenção dos serviços de bancos de dados e ambientes operacionais, monitorando os níveis de qualidade; desenvolver softwares voltados para WEB, dispositivos móveis, desktop e sem fio; auxiliar na modelagem e desenvolvimento de banco de dados e nos processos de planejamento de projetos de softwares, implantação, desenvolvimento e manutenção de softwares, apoiado no trabalho em equipe, exercitando a ética, a iniciativa e o compromisso; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – TECNOLOGIA EM  REDE DE COMPUTADORES

Identificar  e propor  resoluções de problemas ligados a atividades de projeto, operação e gerenciamento de Redes de Computadores, estando apto a elaborar planejar, coordenar e executar projetos de infraestrutura computacional conforme a especificação dos mesmos; elaborar orçamentos e verificar a viabilidade técnica e financeira; oferecer apoio técnico e consultoria especializados em redes de computadores, no desenvolvimento, dimensionamento, perícia, auditoria e normatização; acompanhar, estudar e aplicar novas tecnologias, procurando assegurar a não-obsolescência dos sistemas, a melhoria da qualidade e o aumento da produtividade, associados à redução dos custos operacionais; identificar, analisar e instalar os dispositivos de rede, os meios físicos e software de controle desses dispositivos, analisando seu funcionamento e relações entre eles; utilizar ferramentas adequadas para confecção dos meios de transmissão segundo as diversas categorias de certificação; identificar, caracterizar e avaliar os processos e fluxo de informação que ocorrem nas organização; analisar o tráfego de informações a partir do estudo e acompanhamento dos processos internos e externos da organização; acompanhar e supervisionar projetos lógicos, físicos, estruturais e de segurança de redes de computadores; desenvolver e administrar serviços e funções de servidores de rede; desenvolver os serviços de administração do sistema operacional de rede e protocolos de comunicação; identificar e informar as necessidades dos usuários em relação à segurança da rede conforme as políticas de acesso do ambiente em uso; descrever configurações para software de rede; orientar os usuários no uso dos recursos da rede; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – JORNALISMO

Coletar, produzir, revisar e editar notícias voltadas à divulgação oficial pelos vários meios de comunicação; prestar assessoramento em atividades específicas de jornalismo e de assessoria de imprensa; acompanhar e analisar mídias divulgadas a respeito da instituição; desenvolver o planejamento da comunicação institucional; propor novos canais de comunicação; identificar e analisar as necessidades institucionais quanto à criação de identidades visuais e de campanhas; criar e desenvolver peças para campanhas publicitárias; implementar ações de publicidade, propaganda, marketing e projetos institucionais; elaborar projetos de layout para sítios web; gerenciar o conteúdo web; gerenciar redes sociais da instituição; planejar, coordenar, orientar e controlar as ações de relações públicas; planejar programas de comunicação; realizar diagnósticos, estudos, pesquisas, levantamentos e relatórios para avaliação e aprimoramento das ações de divulgação e comunicação social; planejar, organizar e executar eventos institucionais; definir, buscar e entrevistar fontes de informação; apurar, pesquisar, selecionar e confrontar dados, fatos e versões; redigir textos jornalísticos; realizar registros fotográficos e audiovisuais; ilustrar matérias jornalísticas; revisar os registros da informação; editar, questionar, interpretar e hierarquizar a informação; planejar a distribuição das informações; abastecer e acessar banco de dados, imagens e sons; acordar briefing; delinear diretrizes e planejar mídia do projeto; levantar dados secundários (estatísticos e informativos); identificar e escolher público-alvo; contatar fornecedores, jornalistas e mídia; criar press release, artigos, notas, comunicados, sugestão de pauta, jornal interno e atuar em projetos de comunicação; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – DESIGN

Atuar no desenvolvimento de projetos e produtos voltados a comunicar visualmente um conceito, uma idéia e, a estruturar e dar forma à informação;  desenvolver  produtos  impressos, digitais ou audiovisuais, resultando em produtos gráfico-visuais e sistemas visuais de comunicação; desenvolver  marcas e pictogramas, identidade corporativa, sinalização de ambientes internos e urbanos, editoração de publicações, embalagens, webdesign, tipografia, ilustração, infografia, produções multimídias; projeto de produtos ditos ‘efêmeros’: cenografias e ambientação de exposições, instalações de eventos temporários, entre outros; desenvolver interfaces gráficas para sistemas de informação; desenvolver e dar suporte a websites; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – PRODUÇÃO AUDIOVISUAL

Desenvolver atividades na criação, operação, supervisão e gestão de tecnologias aplicadas em produção audiovisual para diferentes plataformas de exibição; desenvolver projetos para produção de videoclipes, programas para televisão, rádio, e outras mídias; ter domínio da linguagem audiovisual nas diferentes plataformas, com noção de estética e conhecimento das técnicas de produção de áudio e de vídeo; atuar nas etapas de pré-produção, produção e pós-produção audiovisual, nas mais diversas finalidades, como a publicidade (comercial), o mercado fonográfico (videoclipes), corporativo (sistemas audiovisuais – gravação, transmissão e projeção de sons e imagens); elaborar e analisar projetos, planos de negócio, orçamentos, cronogramas, fluxogramas de produção; desenvolver e adaptar roteiros; operar de maneira plena e integrada equipamentos e softwares; selecionar, manipular e tratar sons e imagens; criar portfólio; exibir e transmitir informações audiovisuais e de sinais de controle; dirigir produções; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Processo Seletivo DPE BA: Convocação para a Prova Objetiva
Processo Seletivo DPE BA: Convocação para a Prova Objetiva

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – ARQUITETURA

Realizar perícias, exames, vistorias, avaliações e estudos técnicos; coletar e analisar dados documentais e de campo; prestar informações técnicas sob a forma de pareceres, laudos e relatórios, indicando a fundamentação técnica, métodos e parâmetros aplicados; atuar em processos administrativos e judiciais como assistente técnico; participar de eventos externos e reuniões técnicas quando determinado pela autoridade competente; assessorar tecnicamente comissões, grupos e equipes de trabalho constituídos pela autoridade competente; planejar, orientar, coordenar, fiscalizar e acompanhar a execução de projetos, obras e serviços técnicos e prestar assessoria na contratação dos serviços relativos à área da Arquitetura; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – ENGENHARIA CIVIL

Controlar e executar as atividades de engenharia compreendendo a elaboração, execução e acompanhamento de projetos, de obras e serviços de construção, ampliação, reforma, avaliação e manutenção de bens imóveis, no âmbito da Defensoria Pública do Estado da Bahia; acompanhar e fiscalizar os contratos pertinentes à sua área de atuação; elaborar relatórios conclusivos ou de acompanhamento sobre os trabalhos realizados; executar ações e atividades concernentes à sua natureza e determinadas pelo superior hierárquico; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – ENGENHARIA ELÉTRICA

Controlar e executar as atividades de engenharia compreendendo a elaboração, execução e acompanhamento de projetos, de obras e serviços de construção, ampliação, reforma, avaliação e manutenção de bens imóveis, no âmbito da Defensoria do Estado da Bahia; acompanhar e fiscalizar os contratos pertinentes à sua área de atuação; elaborar relatórios conclusivos ou de acompanhamento sobre os trabalhos realizados; executar ações e atividades concernentes à sua natureza e determinadas pelo superior hierárquico; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – PEDAGOGIA

Planejar, organizar, avaliar e executar atividades técnico-pedagógicas e administrativas na área de educação, inclusive corporativa; atuar em cooperação com as atividades, programações e projetos das especializadas; planejar e executar programas e projetos de educação presencial e a distância alinhados ao projeto de pesquisa conforme parâmetros do CNPq; realizar atividades relativas ao desenvolvimento do desenho instrucional de cursos na modalidade à distância e presencial; orientar atividades voltadas à transformação do desenho instrucional de cursos em linguagem multimídia e em material didático para cursos presenciais, entre outros; selecionar estratégias instrucionais e mídias adequadas aos diferentes tipos de conteúdos, objetivos, públicos-alvo e modalidades de ensino; e zelar pelo cumprimento da legislação que envolve o projeto pedagógico; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, conforme as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

CARGO DE  AGENTE ADMINISTRATIVO

A remuneração para o Cargo de Agente Administrativo, será composta pelo salário e gratificação, totalizando o montante de R$ 1.543,99 (mil, quinhentos e quarenta e três reais e noventa e nove centavos). Será concedido auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

As atribuições do Cargo de Agente Administrativo,  elencadas abaixo, estão em conformidade com as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – AGENTE ADMINISTRATIVO

Auxiliar os membros da Defensoria Pública em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais; elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos congêneres; elaborar minutas de atos administrativos e normativos; atuar em planos, programas, projetos e convênios; atuar na gestão de contratos quando formalmente designado; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados; participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho; participar do planejamento estratégico institucional e dos planos da sua unidade de atuação; observar e zelar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação; atender o público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencialmente; orientar quanto à aplicação das normas internas ou de sua área de atuação; contribuir para a melhoria contínua dos processos e rotinas de trabalho; inserir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos; observar e zelar pelo cumprimento dos prazos; realizar tarefas de expediente; realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos, procedimento e documentos; manter e controlar o arquivo setorial; e executar demais atividades necessárias ao desempenho do cargo ou que eventualmente venham a ser determinadas pelo superior hierárquico, de acordo com as necessidades da Defensoria Pública do Estado.

TÉCNICO EM INFORMÁTICA

A remuneração para o Cargo de Técnico em Informática será composta pelo salário e gratificação, totalizando o montante de R$ 1.543,99 (mil, quinhentos e quarenta e três reais e noventa e nove centavos). Será concedido auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

As atribuições do Cargo de Técnico em Informática, elencadas abaixo, estão em conformidade com o perfil profissional e com as necessidades da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS – TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Desenvolver de atividades tecnológicas ligadas à área de informática; compreender os conceitos fundamentais de informática, bem como a aplicabilidade prática dos mesmos; efetuar montagem, configuração e manutenção de dispositivos computacionais; instalar e desinstalar equipamentos de informática; dar manutenção física e lógica em computadores;  conectar e desconectar equipamentos na rede de computadores; ter noções sobre as principais atividades de gestão de infraestrutura de TI utilizando boas práticas; elaborar documentos e relatórios necessários às diversas atividades de TI; auxiliar os usuários da rede de computadores no uso de equipamentos e aplicativos; solucionar problemas de autenticação de usuários na rede; solucionar problemas de equipamentos no domínio; dar suporte remoto, configurar equipamentos para conexão wifi, confeccionar cabeamento estruturado. Dar treinamento no uso de hardware e software; dar suporte em ambiente de videoconferência e de projeção de áudio e imagem; e realizar outras atividades compatíveis com as especificadas, de acordo com as necessidades da Defensoria Pública do Estado.

São requisitos cumulativos básicos para a investidura nos Cargos de Analista Técnico de Nível Superior, Agente Administrativo e Técnico em Informática:

  • a)  ter obtido classificação no Processo Seletivo na forma estabelecida neste Edital;
  • b)  ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do art. 13 do Decreto Federal nº 70.436 de 18 de abril de 1972 e do art. 12, §1º da Constituição Federal;
  • c)  ter idade mínima de 18 (dezoito) anos na data da convocação;
  • d)  estar em pleno gozo e exercício dos direitos políticos;
  • e)  estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • f)  ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo comprovada por inspeção médica oficial;
  • g) apresentar diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de Nível Médio, Nível Médio Técnico ou Nível Superior, fornecido por instituição de ensino, reconhecido pelo Ministério de Educação, comprovado por meio de apresentação de original e cópia do respectivo documento, para o cargo pretendido;
  • h)  estar registrado e com a situação regularizada junto ao órgão de conselho de classe correspondente à sua formação profissional, quando for o caso;
  • i)  não registrar antecedentes criminais;
  • j)  não ter sofrido condenação transitada em julgado pela prática de delito incompatível com o exercício da função pública;
  • k) não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal;
  • l)  cumprir as determinações deste Edital.

PROVAS  OBJETIVAS

Para o  cargo de  Analista Técnico  de Nível Superior, a Prova Objetiva constará de 60 (sessenta) questões, sendo atribuído o valor de 1,0 (um) ponto para cada questão, totalizando 60 (sessenta) pontos.

A Prova Objetiva será constituída de 05 (cinco) áreas de conhecimentos subdivididas em Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico e Informática), Legislação Institucional e  Conhecimentos Específicos do Cargo.

Para o  cargo de  Agente Administrativo (Nível Médio ou Equivalente), a Prova Objetiva constará de 50 (cinquenta) questões, sendo atribuído o valor de 1,0 (um) ponto para cada questão, totalizando 50 (cinquenta) pontos.

A Prova Objetiva será constituída de 05 (cinco) áreas de conhecimentos subdivididas em Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico e Informática), Legislação Institucional e Conhecimentos Específicos do Cargo.

Para o  cargo de  Técnico de Informática (Nível Médio Técnico), a Prova Objetiva constará de 50 (cinquenta) questões,sendo atribuído o valor de 1,0 (um) ponto para cada questão,  totalizando 50 (cinquenta) pontos.

A Prova Objetiva será constituída de 04 (quatro) áreas de conhecimentos subdivididas em Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa e Matemática/Raciocínio Lógico), Legislação Institucional e Conhecimentos Específicos do Cargo.

Os gabaritos preliminares das provas serão divulgados no dia 28 de janeiro de 2019.

ACESSO DO CANDIDATO AO LOCAL DE PROVAS

Para os candidatos aos cargos de Agente Administrativo (Nível Médio ou Equivalente) e Técnico de Informática (Nível Médio Técnico), os portões dos estabelecimentos serão abertos às 07h10min e fechados, rigorosamente, às 07h40min (HORÁRIO LOCAL), não sendo permitido o acesso ao local de provas de candidato retardatário.

Para os candidatos aos cargos de Analista Técnico de Nível Superior, os portões dos estabelecimentos serão abertos às 13h20min e fechados, rigorosamente, às 13h50min (HORÁRIO LOCAL), não sendo permitido o acesso ao local de provas de candidato retardatário.

Não será permitida a realização da prova fora do local, horário e data estabelecidos no Cartão Informativo para a realização da prova.

O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da prova com antecedência mínima de trinta minutos do horário estabelecido para a abertura do portão, munido, obrigatoriamente, do Documento de Identificação original (o mesmo utilizado para a inscrição), que deverá conter fotografia recente e estar em bom estado de conservação.

O candidato que não apresentar o Documento de Identificação não fará prova.

Somente será admitido à sala de realização das provas o candidato que apresentar documento que legalmente o identifique, tais como: Carteira e/ou cédula de Identidade expedida pelas Secretarias da Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores, Cédulas de Identidade fornecidas por Ordens ou Conselhos de Classe, que por Lei Federal valem como documento de identidade, como por exemplo, CRM, CREA, OAB, CRC, COREN, etc., a Carteira de Trabalho e Previdência Social (modelo novo), bem como a Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia), na forma da Lei Federal n°. 9.503 de 23/09/1997 e alterações posteriores.

Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há no máximo, 30 (trinta) dias, acompanhado de um Documento que legalmente o identifique, com foto, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de dados, de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio, para a segurança dos candidatos e garantia da lisura do certame.

A permanência obrigatória no local de provas será de 02 (duas) horas, contadas do início da aplicação das avaliações. Após esse período, o candidato poderá ausentar-se, levando consigo o Caderno de Provas.

CRONOGRAMA

30/11/2018 a 16/12/2018Período de inscrição do Processo Seletivo
30/11/2018 a 04/12/2018Período para pedido de isenção
30/11/2018 a 16/12/2018Solicitação de atendimento especial por candidatas lactantes e candidatos portadores de necessidades especiais (entrega de laudo médico)
19/12/2018Publicação das inscrições indeferidas
20/12/2018 a 22/12/2018Prazo para interposição de Recursos das inscrições indeferidas
28/12/2018Divulgação da decisão final dos recursos interpostos
Até 22/01/2019Publicação do Edital de Convocação para as Provas do Processo Seletivo
A partir de 28/01/2019Disponibilização do Cartão Informativo
03/02/2019Realização das Provas Objetivas
04/02/2019Publicação do Gabarito das Provas
05/02/2019 a 07/02/2019Prazo para interposição de recursos aos Gabaritos
Até 14/02/2019Divulgação dos resultados dos recursos sobre os Gabaritos
19/02/2019Divulgação e Homologação do resultado final do Processo Seletivo

VALIDADE

O prazo de validade do Processo Seletivo DPE BA será de 02 (dois) anos, contados a partir da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Defensoria Pública, por ato expresso do Defensor Público Geral do Estado da Bahia.

DETALHES

  • Concurso: Defensoria Pública do Estado da Bahia (Concurso DPE BA)
  • Banca organizadora: UNEB
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio, técnico e superior
  • Número de vagas: 77
  • Remuneração: inicial de até R$ 2.614,65
  • Inscrições: de 30 de novembro a 16 de dezembro de 2018
  • Data da Prova: 3 de fevereiro de 2019

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!