MPOG autoriza processo seletivo para o Ministério da Justiça

Nesta terça-feira, 29 de julho de 2014, o Ministério de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), por meio da Portaria Interministerial nº 242 de 28 de julho de 2014, autorizou o Ministério da Justiça a contratar, a partir de janeiro de 2015 14 profissionais, por tempo determinado para atender necessidade temporária.

A contratação dos profissionais deverá ser através de processo seletivo simplificado.

O prazo de duração dos contratos deverá ser de até um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de cinco anos.

A publicação foi feita no Diário Oficial da União (DOU), seção 1, página 76.

Acompanhe abaixo a publicação:

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 242, DE 28 DE JULHO DE 2014

OS MINISTROS DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO E DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto no art. 5º da Lei nº 8.745, de 9 de dezembro de 1993, resolvem:

Art. 1º Autorizar o Ministério da Justiça a contratar, a partir de janeiro de 2015, nos termos do Anexo a esta Portaria, 14 (quatorze) profissionais, por tempo determinado, para atender necessidade temporária de excepcional interesse público, na forma da alínea “i” do inciso VI do art. 2º da Lei nº 8.745, de 9 de dezembro de 1993.

Parágrafo único. Os profissionais de que trata o caput serão contratados para o desenvolvimento de atividades inerentes ao gerenciamento do projeto Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas – SINESP.

Art. 2º A contratação dos profissionais deverá ser efetuada por meio de processo seletivo simplificado, observados os critérios e condições estabelecidas pelo Poder Executivo, conforme disposto no art. 3º da Lei nº 8.745, de 1993.

§ 1º O edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado deverá prever o número de vagas, a descrição das atribuições, a remuneração e o prazo de duração do contrato, conforme previsto no art. 6º do Decreto nº 4.748, de 16 de junho de 2003.

§ 2º O prazo para publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até seis meses, contado a partir da publicação desta Portaria.

MPOG autoriza processo seletivo para o Ministério da Justiça
MPOG autoriza processo seletivo para o Ministério da Justiça

Art. 3º O Ministério da Justiça deverá definir a remuneração dos profissionais a serem contratados em conformidade com o inciso II do art. 7º da Lei nº 8.745, de 1993 e Anexo II ao Decreto nº 6.479, de 11 de junho de 2008.

Art. 4º O prazo de duração dos contratos deverá ser de até um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de cinco anos, conforme previsto no art. 4º, parágrafo único, inciso IV, da Lei nº 8.745, de 1993, desde que a prorrogação seja devidamente justificada, com base nas necessidades de conclusão das atividades de que trata o parágrafo único do art. 1º desta Portaria.

Parágrafo único. Decorrido o período de cinco anos a partir da divulgação do resultado final do processo seletivo, não mais poderão ter vigência os contratos firmados com base na autorização contida nesta Portaria.

Art. 5º As despesas com as contratações autorizadas por esta Portaria correrão à conta das dotações orçamentárias consignadas no Grupo de Natureza de Despesa – GND “1 – Pessoal e Encargos Sociais”, nos termos do § 1º do art. 86 da Lei nº 12.919, de 24 de dezembro de 2013, Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2014, LDO-2014.

Art. 6º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ANEXO

Unidade de lotaçãoClassificação da AtividadeÁrea de AtuaçãoRequisitoVagas
Coordenação-Geral de Tecnologia da InformaçãoAtividades Técnicas de Complexidade Gerencial – NSGerenciar as atividades inerentes ao projeto para desenvolvimento de solução tecnológica para o Sistema SINESP, exercendo o contínuo acompanhamento de suas etapas, seguindo os preceitos do PMBOK, bem como acompanhar o cumprimento das definições de negócio, requisitos, homologações, validação de definições técnicas, acompanhamento da arquitetura do software utilizada para implementar as funcionalidades especificadas do sistema e aplicações e das definições das estruturas de dados e ambientes de banco de dados, baseando-se nas diretrizes tecnológicas e metodologia adotada Pelo Ministério.Diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, acrescido de experiência profissional superior a cinco anos nas áreas relacionadas à Gestão de Projetos, ou experiência em Tecnologia da Informação, ou título de mestre ou doutor em áreas relacionadas às atividades a serem desenvolvidas.14

Receba notícias por e-mail

Para receber diariamente as publicações do DODF CONCURSOS no seu e-mail, deixamos abaixo um formulário simples que exige apenas o e-mail. Ao preencher o formulário abaixo com o seu e-mail você recebera uma mensagem para confirmar o cadastro, após a confirmação você passará a receber diretamente no seu e-mail informações desse processo seletivo simplificado e de todas as nossas publicações.

Informe seu endereço de e-mail para receber nossas notícias
 

Ainda não temos previsão para publicação do edital de abertura para este processo seletivo simplificado, assim que tivermos mais informações publicaremos aqui, fiquem atentos.


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!