IADES erra o resultado do concurso Metrô-DF 2014

Conforme noticiado pelo blog Papo de Concurseiro hoje pela manhã, mais precisamente às 11:05, o IADES, banca organizadora do concurso público para provimento de 232 vagas e formação de cadastro de reserva para empregos de nível superior e médio do Quadro de Pessoal da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (METRÔ-DF), errou as notas de cerca de 50 candidatos, inscritos ao posto OTM – Operador de Transporte Metroferroviário (Código 211), que se declararam deficientes.

Todos esses candidatos foram convocados para a realização do Teste de Aptidão Física, conforme pode ser conferido no edital abaixo:

Fonte: Papo de Concurseiro

ONDE ESTÁ O ERRO?

Segundo o edital de abertura do concurso as provas objetivas seriam compostas de 50 questões, de múltipla escolha, com 5 alternativas em cada questão, para escolha de 1 única resposta correta, e pontuação total variando entre o mínimo de 0,00 ponto e o máximo de 75,00 pontos, onde:

  • conhecimentos básicos: 25 questões com peso 1  para cada questão
  • conhecimentos específicos: 25 questões com peso 2 para cada questão.

Sabendo disso segue abaixo o texto integral do subitem 9.3 do edital de abertura do concurso:

“9.3 Serão considerados aprovados na prova objetiva os candidatos que acertarem o mínimo de 13 (treze) questões para cada um dos conhecimentos avaliados nas provas objetivas, ou seja, 13 (treze) questões de conhecimentos básicos e 13 (treze) questões de conhecimentos específicos.

Ou seja, para que o candidato seja considerado “aprovado” no concurso público ele precisaria de 13 pontos (13 acertos) nos conhecimentos básicos e 26 pontos (13 acertos) nos conhecimentos específicos.

O que podemos ver no edital de Edital nº 12 – Resultado final das provas objetivas para Operador de Transporte Metroferroviário (OTM-211), publicado no DODF em 15/07/2014 a partir do subitem 1.1.1 que vários candidatos com menos de 26 pontos nos conhecimentos específicos foram convocados para realizar a segunda etapa do concurso. Não citaremos aqui o nome deles por uma questão de respeito ao candidato.

Pensem comigo se a nota está errada eles não deveriam ter sido convocados.

Voltando a matéria do blog, vamos conferir a resposta da banca:

IADES erra o resultado do concurso Metrô-DF 2014
IADES erra o resultado do concurso Metrô-DF 2014

“O Iades alegou que tudo não passou de um erro técnico. O problema é que não foi computado o peso 2 na pontuação das provas, mas que todos os deficientes que foram convocados e fizeram os testes físicos foram aprovados na prova objetiva…”

Ao conferirmos os resultados da banca, vemos que se ela cumprir o que disse impactará não só no resultado para os candidatos que se declararam com deficiência como também no resultado geral do concurso.

Explicando: para o cargo de OTM – Operador de Transporte Metroferroviário o primeiro colocado tem pontuação final de 65 pontos, se pegarmos o candidato que se encontra no subitem 1.1.1 do edital citado acima, com as seguintes pontuações: (CB)18,00, (CE)24,00, (NF)42,00, e multiplicarmos a pontuação dos conhecimentos específicos dele por 2, como disse que faria o IADES, o candidato irá ter a pontuação final igual a 66 pontos, assumindo assim a primeira colocação para o cargo no concurso.

Também notamos erros em outros resultados, veja abaixo:

E claro:

Será esse o motivo do IADES em estar demorando na publicação dos demais resultados, como exemplo para Analistas e Técnicos da Carreira de Atividades Culturais do Distrito Federal da Secretaria de Cultura do Distrito Federal?

Será que esse erro vai prejudicar você?


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!