Concurso TRF 4 2019: FCC Divulga convocação para as provas

A Fundação Carlos Chagas (FCC), divulgou a consulta aos locais de provas do concurso público do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Concurso TRF 4) que abrange as das Secretarias da Justiça Federal de Primeiro Grau das Seções Judiciárias dos Estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná.

Convocação para as Provas

As provas serão aplicadas na data de 04 de agosto de 2019, com duração total de 4h30min, o candidato poderá ausentar-se do local de provas antes de decorrida 3 (três) horas do início da prova.

PERÍODO: MANHÃ (HORÁRIO LOCAL)

  • Horário de Apresentação: 7h30min
  • Horário de Fechamento dos Portões: 8h00
  • Provas Objetivas e Redação
  • Cargo/Área: Técnico Judiciário/Área Administrativa
  • Provas Objetivas e Estudo de Caso

Cargo/Área/Especialidade: Técnico Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade Tecnologia da Informação e Técnico Judiciário/Área Administrativa/Especialidade Segurança e Transporte.

PERÍODO: TARDE (HORÁRIO LOCAL)

  • Horário de Apresentação: 14h00
  • Horário de Fechamento dos Portões: 14h30min
  • Provas Objetivas e Estudo de Caso

Cargo/Área/Especialidade: Analista Judiciário/Área Judiciária, Analista Judiciário/Área Judiciária/Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, Analista Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade Infraestrutura em Tecnologia da Informação, Analista Judiciário/Área Apoio Especializado/Especialidade Sistemas de Tecnologia da Informação.

Veja abaixo o edital de convocação para as provas:

As provas serão aplicadas no estado do Rio Grande do Sul nas cidades de Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana; no estado de Santa Catarina nas cidades de Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joinville e Lages; e no estado do Paraná nas cidades de Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina e Umuarama, conforme opção de Cidade de Realização das Provas indicada pelo candidato, no Formulário de Inscrição via Internet.

Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver devidamente identificado.

Por medida de segurança do certame poderão ser utilizados, a qualquer momento, detectores de metais nas salas de prova aleatoriamente selecionadas e em qualquer dependência do local de prova.

Cargos

ANALISTA JUDICIÁRIO

  • Ensino Superior Completo
  • Remuneração Inicial (Classe A/Padrão 01): R$ 12.455,30
  • Valor da Inscrição: R$ 71,00

TÉCNICO JUDICIÁRIO

  • Ensino Médio Completo
  • Remuneração Inicial (Classe A/Padrão 01): R$ 7.591,37
  • Valor da Inscrição: R$ 61,00

Julgamento das Provas Objetivas

As Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos Específicos terão caráter habilitatório e classificatório e serão avaliadas, cada uma, na escala de 0 (zero) a 10 (dez).

A nota das Provas Objetivas no concurso corresponderá à média aritmética ponderada das notas obtidas em cada prova, na escala de 0 (zero) a 10 (dez), atribuindo-se:

  • a) peso 1 (um) à nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais;
  • b) peso 2 (dois) à nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos.

Considerar-se-á habilitado o candidato que obtiver, simultaneamente, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Gerais e, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Específicos.

Os candidatos que obtiverem média aritmética ponderada igual ou superior a 6 (seis) serão habilitados e classificados por Cargo/Área/Especialidade, em ordem decrescente das médias.

Prova de Estudo de Caso

A Prova Estudo de Caso para os cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária – 1, Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal – 2, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Infraestrutura em Tecnologia da Informação – 3, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Sistemas de Tecnologia da Informação – 4, Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação – 6 – e Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança e Transporte – 7 será aplicada no mesmo dia e horário das Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos.

A Prova Estudo de Caso destinar-se-á a avaliar o domínio de conteúdo dos temas abordados, a experiência prévia do candidato e sua adequabilidade quanto às atribuições do cargo e especialidade.

A Prova Estudo de Caso constará de 02 (duas) questões práticas, para os quais o candidato deverá apresentar, por escrito, as soluções.

Os temas versarão sobre conteúdo pertinente a Conhecimentos Específicos, adequados às atribuições do cargo/área/especialidade para o qual o candidato se inscreveu, observando-se o disposto no quadro abaixo:

Concurso TRF 4 2019: FCC Divulga convocação para as provas
Concurso TRF 4 2019: FCC Divulga convocação para as provas

ESTUDO DE CASO CONCURSO TRF 4 - Concurso TRF 4 2019: FCC Divulga convocação para as provas

A Prova Estudo de Caso terá caráter eliminatório e classificatório. Cada uma das questões será avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, considerando-se habilitado o candidato que tiver obtido, no conjunto das duas questões, média igual ou superior a 5 (cinco).

Prova Discursiva – Redação para o Cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa – 5

A Prova Discursiva – Redação para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa – 5 –
será aplicada para todos os candidatos no mesmo dia e horário das Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos.

Para todas as Microrregiões de Classificação, serão corrigidas as Provas Discursivas –  Redação – dos candidatos habilitados e mais bem classificados na Prova Objetiva, considerados os empates na última posição de classificação até o limite estabelecido no quadro a seguir, além de todos os candidatos com deficiência habilitados.

PROVA DISCURSIVA CONCURSO TRF4 - Concurso TRF 4 2019: FCC Divulga convocação para as provas

 

Prova Prática de Capacidade Física para o Cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança e Transporte – 7

Para todas as Microrregiões de Classificação serão convocados para a Prova Prática de
Capacidade Física os candidatos habilitados e mais bem classificados considerando-se a nota das Provas Objetivas (Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos) mais a nota do Estudo de Caso, considerados os empates na última posição de classificação até o limite estabelecido no quadro a seguir, além de todos os candidatos com deficiência:

PROVA PRATICA CONCURSO TRF4 - Concurso TRF 4 2019: FCC Divulga convocação para as provas

A Prova Prática de Capacidade Física será realizada nas cidades de Porto Alegre – RS, Florianópolis – SC e Curitiba – PR.

Tribunal Regional Federal da 4ª Região

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede na cidade de Porto Alegre, é o órgão de segundo Grau da Justiça Federal dos estados brasileiros do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O tribunal é constituído por 27 desembargadores, nomeados pelo Presidente da República após aprovação do Senado Federal.

Nos termos da Constituição Federal, o TRF-4 possui competência para julgar recursos contra decisões proferidas por juízes federais de primeira instância em litígios que envolvam a União Federal, além de decisões que envolvam matéria previdenciária e execuções fiscais.

Também julgam os juízes federais de sua jurisdição em crimes comuns e de responsabilidade, pedidos de habeas corpus, habeas data e mandados de segurança.

 

 

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!