Concurso SLU DF 2019: Justiça federal suspende concurso para Especialidade de Direito e Legislação

A Justiça Federal determinou a suspensão parcial do concurso do Serviço de Limpeza Urbana (Concurso SLU DF). A decisão liminar, da noite desta sexta-feira (17/05/2019), atende a um pedido da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Distrito Federal (OAB-DF).

As provas do certame estão marcadas para amanhã (19/05/2019).

A OAB-DF questionou a omissão no edital da exigência de inscrição na entidade para disputa ao cargo de analista de gestão de resíduos sólidos com especialidade em direito e legislação.

O juiz titular da 8ª Vara Federal do DF, Francisco Alexandre Ribeiro, determinou que o concurso para o posto seja suspenso e determina que, caso a banca organizadora queira dar sequência ao certame providencie a retificação do edital, “incluindo em seu bojo, como requisito de admissão, a regular inscrição na OAB”.

CONFIRA A DECISÃO:

Liminar – Concurso SLU by on Scribd

O presidente da OAB-DF, Délio Lins e Silva Júnior, afirmou que a entidade tentou dialogar com os organizadores do certame. “Mas eles insistiram em não considerar que, para exercer as funções descritas no edital, é necessário ser habilitado a tanto, ou seja, é impositivo ser advogado”, disse.

Esperamos que o edital seja retificado a tempo do certame não ter que ser cancelado”, completou o presidente da entidade.

CONCURSO SLU DF 2019

O concurso SLU DF 2019 é organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Foram registradas 18.655 inscrições, sendo a grande maioria para o cargo de Analista de Gestão de Resíduos Sólidos, na especialidade de administração, com 3.296 candidatos inscritos.

PROVAS

As provas objetivas terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas no dia 19 de maio de 2019, às 14 horas (horário oficial de Brasília/DF).

O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o início dessas, munido de caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, do comprovante de inscrição e do documento de identidade original.

Será eliminado do concurso o candidato que, durante a realização das provas, for surpreendido portando:

  • a) aparelhos eletrônicos, tais como: máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, iPod®, gravadores, pendrive, mp3 player ou similar, qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens, bipe, notebook, palmtop, Walkman®, máquina fotográfica, controle de alarme de carro etc.;
  • b) relógio de qualquer espécie, óculos escuros, protetor auricular, lápis, lapiseira/grafite, marca‐texto e(ou) borracha;
  • c) quaisquer acessórios de chapelaria, tais como: chapéu, boné, gorro etc.;
  • d) qualquer recipiente ou embalagem, tais como: garrafa de água, suco, refrigerante e embalagem de alimentos (biscoitos, barras de cereais, chocolate, balas etc.), que não seja fabricado com material transparente.

O candidato poderá consultar seu local de provas aqui: Consulta de local e horário das provas objetivas.

As provas serão compostas da seguinte forma:

PROVA/TIPO ÁREA DE CONHECIMENTO NÚMERO DE ITENS CARÁTER
(P1) Objetiva Conhecimentos básicos 50 Eliminatório
e
classificatório
(P2) Objetiva Conhecimentos específicos 70

 

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, valerão 120,00 pontos.

Cada prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados.

O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refira o item.

Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DAS PROVAS OBJETIVAS

A nota em cada item das provas objetivas, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 50 ÷ (50 ‐ n1) ponto (para a prova de conhecimentos básicos) e 70 ÷ (70 ‐ n2) ponto (para a prova de conhecimentos específicos), em que n1 e n2 representam, respectivamente, o número de itens da prova objetiva de conhecimentos básicos e o número de itens da prova objetiva de conhecimentos específicos anulados, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 50 ÷ (50 ‐ n1) ponto negativo (para a prova de conhecimentos básicos) e 70 ÷ (70 ‐ n2) ponto negativo (para a prova de conhecimentos específicos), caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).

Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

  • a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos P1;
  • b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos P2;
  • c) obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

O edital de resultado provisório nas provas objetivas será publicado na data provável de 19 de junho de 2019.

GABARITOS OFICIAIS PRELIMINARES DAS PROVAS OBJETIVAS

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados a partir das 19 horas da data provável de 21 de maio de 2019 (horário oficial de Brasília/DF).

O candidato que desejar interpor recursos contra os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas disporá das 9 horas do dia 22 de maio de 2019 às 18 horas do dia 4 de junho de 2019 (horário oficial de Brasília/DF) para fazê-lo, a contar do dia subsequente ao da divulgação desses gabaritos.

ETAPAS

O concurso público do Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (Concurso SLU DF 2019) compreenderá exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe.

As provas objetivas e a avaliação biopsicossocial dos candidatos que solicitaram concorrer às vagas reservadas às pessoas com deficiência serão realizadas em Brasília/DF (Região Administrativa I – Plano Piloto).

Havendo indisponibilidade de locais suficientes ou adequados na localidade de realização das provas, estas poderão ser realizadas em outras localidades.

Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Distrito Federal (Lei Complementar nº 840/2011) e às normas internas do Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal.

CARGOS

CARGO DE ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

  • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: formular, planejar, coordenar, supervisionar e avaliar atividades relacionadas ao gerenciamento dos serviços de limpeza pública e à gestão de resíduos sólidos; executar outras atividades de mesma natureza e nível de complexidade determinadas em legislação específica, observadas as peculiaridades da especialidade do cargo.
  • REMUNERAÇÃO: R$ 5.070,00.
  • CARGA HORÁRIA SEMANAL: 30 horas.

CARGO 1: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ADMINISTRAÇÃO

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Conselho de Classe.

CARGO 2: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ARQUITETURA

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 3: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: BIOLOGIA

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Biologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 4: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: CIÊNCIAS CONTÁBEIS

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 5: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: COMUNICAÇÃO SOCIAL – JORNALISMO

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro na SRTE – Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

CARGO 6: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: COMUNICAÇÃO SOCIAL – RELAÇÕES PÚBLICAS

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro na SRTE – Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

CARGO 7: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: DIREITO E LEGISLAÇÃO

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

CARGO 8: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ECONOMIA

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Economia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 9: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA AMBIENTAL

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Ambiental, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 10: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 11: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia de Produção, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 12: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Arquitetura e certificado de conclusão de especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 13: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA ELÉTRICA

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 14: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA MECÂNICA 

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 15: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA QUÍMICA

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Química, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 16: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: GEOGRAFIA

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Geografia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 17: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: INFORMÁTICA 

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação na área de Análise de Sistemas, Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Redes da Comunicação ou Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho de Classe.

CARGO 18: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO DAS ATIVIDADES DE RESÍDUOS SÓLIDOS

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior ou habilitação equivalente em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

CARGO 19: ANALISTA DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS – ESPECIALIDADE: SERVIÇO SOCIAL

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Conselho de Classe.

VAGAS

Cargo/Especialidade Vagas para
ampla
concorrência
Vagas
reservadas
para
candidatos
com
deficiência
Ampla
concorrência (CR)
Pessoas
com
deficiência (CR)
Cargo 1: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Administração
5 1 10 2
Cargo 2: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Arquitetura
2 * 3 1
Cargo 3: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Biologia
1 * 2 *
Cargo 4: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Ciências Contábeis
2 * 3 1
Cargo 5: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Comunicação Social –
Jornalismo
2 * 3 1
Cargo 6: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Comunicação Social – Relações
Públicas
1 * 2 *
Cargo 7: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Direito e Legislação
4 * 6 2
Cargo 8: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Economia
2 * 4 *
Cargo 9: Analista de Gestão de Resíduos Sólidos
– Especialidade: Engenharia Ambiental
5 1 9 3
Cargo 10: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Engenharia Civil
7 1 12 4
Cargo 11: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Engenharia de
Produção
2 * 3 1
Cargo 12: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Engenharia de
Segurança do Trabalho
1 * 2 *
Cargo 13: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Engenharia Elétrica
1 * 2 *
Cargo 14: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Engenharia Mecânica
2 * 3 1
Cargo 15: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Engenharia Química
1 * 2 *
Cargo 16: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Geografia
2 * 3 1
Cargo 17: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Informática
4 * 6 2
Cargo 18: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Modernização da
Gestão das Atividades de Resíduos Sólidos
2 * 3 1
Cargo 19: Analista de Gestão de Resíduos
Sólidos – Especialidade: Serviço Social
1 * 2 *

VALIDADE

O prazo de validade do concurso público do Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (Concurso SLU DF 2019) esgotar-se-á após dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

>> Cursos Online para Concurso SLU – Sistema de Limpeza Urbana do Distrito Federal COM 30% DE DESCONTO<<

SOBRE O SLU DF

O SLU é uma autarquia do governo do Distrito Federal vinculada à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Serviços Públicos por força do Decreto nº 36.236/2015, da Lei Distrital nº 5.418/2014, da Lei nº 5.275/2013 e nos termos das Leis Federais nº 11.445/2007, e nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Tem como finalidade a gestão da limpeza urbana e do manejo dos resíduos sólidos urbanos.

Dentre os serviços prestados estão: a coleta convencional de resíduos sólidos urbanos; coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos; coleta manual e transporte de entulhos; coleta mecanizada e transporte de entulhos; varrição manual de vias e logradouros; varrição mecanizada de vias; lavagem de vias; lavagem de monumentos e equipamentos urbanos; pintura manual e mecanizada de meio-fio; catação manual de papéis e plásticos em áreas verdes; transferência de rejeitos; tratamento e destinação final de resíduos sólidos urbanos; remoção de animais mortos em vias públicas; compostagem de resíduos orgânicos; implantação dos Pontos de Entrega de Materiais Volumosos (Papa Entulhos) e sua operação; implantação de contêineres semienterrados para acondicionamento dos resíduos em áreas de difícil acesso; educação ambiental e mobilização social para o correto manejo dos resíduos sólidos; e serviços diversos.

O SLU foi uma das primeiras instituições ambientalistas criadas no Distrito Federal, pelo Decreto n° 76, de 03 de agosto de 1961, com a denominação Serviço de Limpeza Pública – SLP. Naquela época, Brasília apresentava sérios problemas com o lixo, que não era tratado, exigindo-se soluções adequadas. A migração de populares de outros Estados para Brasília aumentou significativamente. Esse aumento da população ocasionou em maior produção dos resíduos sólidos que crescera a taxas imprevistas.

DETALHES DO CONCURSO SLU DF 2019

  • Concurso: Serviço de Limpeza do Distrito Federal (SLU DF)
  • Banca organizadora: Cespe/Cebraspe
  • Escolaridade: Superior
  • Número de vagas: 150
  • Remuneração: até R$ 5.070,00
  • Inscrições: entre 10 horas do dia 11 de março de 2019 e 18 horas do dia 1º de abril de 2019 (horário oficial de Brasília/DF).
  • Taxa de Inscrição:R$ 65,00
  • Provas: 19 de maio de 2019

Edital SLU DF 2019

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

MATRICULE-SE!

Com informações metropoles.com


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!