Concurso Perito Criminal PCDF: Banca deve ser o IADES

O próximo concurso para o cargo de Perito Criminal da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deve ser organizado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES.

O concurso foi autorizado ainda em dezembro de 2014.

O concurso visa o pro­vimento de 20 vagas imediatas e 80 vagas para cadastro reserva.

O documento que trata da quase certa contratação do IADES como organizador do concurso para o cargo de Perito Criminal, foi publicado no site da Procuradoria Geral do Distrito Federal (PGDF), nº do Parecer 934/2015.

INFORMAÇÕES DO PARECER

O certame será composto por duas etapas, sendo a primeira constituída de prova objetiva, discursiva, exame biométrico e avaliação médica, investigação social, prova de títulos, avaliação psicológica, perícia para os candidatos com deficiência e a segunda constituída de Curso de Formação Profissional.

Foram consultadas cinco entidades: IADES, UNIVERSA, CEBRASPE – UNB, ESAF e FUNCAB, das quais apenas a ESAF e o CEBRASPE – UNB não apresentaram proposta.

Em síntese o IADES apresentou o menor preço de inscrição e estrutura adequada e suficiente para a realização do certame, assegurando que tomará todas as medidas necessárias para garantir a lisura do certame.

O concurso será integralmente custeado com as taxas de inscrição, salvo os custos com a aquisição de munição destinada a suprir a disciplina de Armamento e Tiro (Curso de Formação) em virtude da necessidade de autorização por parte do Exército Brasileiro.

Concurso Perito Criminal PCDF: Banca deve ser o IADES
Concurso Perito Criminal PCDF: Banca deve ser o IADES

A PCDF assegurou que o valor de R$ 210,00 reais de inscrição está dentro do percentual de 5% do valor da remuneração inicial do cargo.

CONCURSOS EM ANDAMENTO PCDF

Vale lembrar que a Universa é a organizadora dos concursos em andamento para os cargos de Delegado, Papiloscopista Policial e Perito Médico-Legista. Concursos esses que ainda não tiveram seus respectivos cronogramas publicados, infringindo assim a Lei 4.949, de 15 de outubro de 2012, visto que os editais de abertura dos mesmos foram publicados em dezembro de 2014, ou seja, quase um ano sem cronograma.

Um problema enfrentado pela organizadora foi quando o concurso para o cargo de Delegado foi suspenso pelo TCDF, a origem do Processo de suspensão seria a exigência, na prova discursiva, de conteúdo não previsto no edital, sem oferecer aos candidatos um prazo para impugnação.

Para mais informação acesse: POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!