Concurso FUNDAC PB 2019: Governador anuncia 400 vagas para Agente Socioeducativo

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), anunciou na última segunda-feira, 13, durante o programa Frente a Frente, da TV Arapuan, que o concurso da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice Almeida” (Fundac PB) terá edital nos próximos dias.

O certame é aguardado desde 2017, quando o então governador Ricardo Coutinho sancionou a lei 10.982, a qual criou 300 vagas no órgão. A previsão é da oferta de 400 vagas para o cargo de Agente Socioeducativo, 100 a mais do que era esperado.

Primeiro temos o objetivo de fazer concursos públicos para 4 mil novos professores ao longo de toda a gestão. Já publicamos o edital com 1.000 para este ano. Também faremos o concurso para 400 agentes socioeducativos da Fundac. Lançaremos o edital nos próximos dias“, afirmou o chefe de estado.

Para concorrer ao cargo de Agente Socioeducativo da PB é necessário ter ensino médio completo. A remuneração básica inicial é composta de R$ 1.482,95 por jornada de trabalho de 40 horas semanais, podendo o servidor ser submetido ao regime de plantão de 12 por 36 horas e revezamento noturno. Além disso, os servidores contam com gratificação de atividades especiais e de risco, que soma 40% do salário base, elevando a remuneração para R$ 2.076.

Dentre as principais atribuições do Agente Socioeducativo estão:

  • Intervir pedagogicamente, de forma direta ou indireta, nos processos socioeducativos, através do diálogo, orientações técnicas e administrativas;
  • Participar da elaboração, execução e avaliação do Plano Individual de Atendimento (PIA);
  • Acompanhar as atividades diárias, orientar e dar suporte aos socioeducandos de seu grupo de trabalho;
  • Participar das reuniões periódicas para discutir o desenvolvimento dos socioeducandos juntamente com as equipes técnicas;
  • Acompanhar os socioeducandos em atividades extras.

PROVAS DA FUNDAC PB

O novo certame da FUDAC PB deverá ter cinco fases de avaliação, sendo elas:

  • Prova objetiva;
  • Prova de capacidade física;
  • Exame psicotécnico;
  • Investigação social e
  • Curso de formação profissional.

A comissão do concurso é presidida pela servidora Marlene Rodrigues da Silva e conta, ainda, com os seguintes membros: Maria das Graças Aquino Teixeira da Rocha, José Carlos da Silva, Cláudia Fernandes Gomes, Maria da Conceição de Albuquerque Dias e Paulo Sérgio Cavalcanti de Brito.

Agora, com a comissão interna formada, o próximo passo é a escolha da banca organizadora, que será responsável pela elaboração do edital, com todas as normas da seleção.

ÚLTIMO CONCURSO

A última seleção da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente da Paraíba – FUNDAC PB, aconteceu em 2016, com oferta de 400 vagas no cargo de Agente Socioeducativo, para lotação nos municípios de João Pessoa, Lagoa Seca e Sousa.

O cargo exigia nível médio completo e oferecia salários que variavam entre R$ 1.482,95 e R$ 1.887,95, por regime de escala de 12×36 horas.

Concurso FUNDAC PB 2019: Governador anuncia 400 vagas para Agente Socioeducativo
Concurso FUNDAC PB 2019: Governador anuncia 400 vagas para Agente Socioeducativo

Os candidatos foram avaliados por meio de aplicação de avaliação de títulos e entrevista oral de caráter eliminatório e classificatório.

DETALHES DO CONCURSO FUNDAC PB 2019

  • Concurso: Fundação Estadual da Criança e do Adolescente da Paraíba (Concurso FUNDAC PB)
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Agente Socioeducativo
  • Escolaridade: nível médio
  • Número de vagas: 400
  • Remuneração: previsão de R$ 1.482,95
  • Situação: anunciado
  • Previsão para publicação do edital: 2019

SOBRE A FUNDAC PB

A Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (FUNDAC), em seu contexto histórico, originou-se nos anos 60 do então Departamento do Menor, da Secretaria do Trabalho e Serviços Sociais-(SETRASS).

Em 1975, através da Lei 3.815, de 25 de novembro, foi criada com a denominação de Fundação Estadual do Bem Estar do Menor “Alice de Almeida” – FEBEMAA, Fundação de Direito Privado vinculada à SETRASS, à época sob a presidência de José Lemos.

No início da década de 90, estando em vigência a Lei Federal 8.069/90- Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA. A Lei  5.743, de 9 de junho de 1993 altera a denominação da FEBEMAA para FUNDAC- Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida”, transformando-a em Fundação de Direito Público.

A Fundac coordena em nível estadual a Política de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente  como também é corresponsável pelo assessoramento ao atendimento realizado aos  adolescentes com medida socioeducativa em meio aberto nos municípios deste Estado.

O Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo – SINASE-Lei 12.594/12 e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA),  são os instrumentos norteadores, além de outros documentos nacionais e internacionais que direcionam o atendimento socioeducativo desta Fundação.


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!