Bomba: 3 técnicas mnemônicas para turbinar sua memorização

Você tem problemas para memorizar e acessar rapidamente os conteúdos que estuda para provas de concurso público? Se a sua resposta for sim então você precisa conhecer agora mesmo as técnicas mnemônicas.

Também conhecidas como recursos mnemônicos, essas ferramentas existem desde os tempos da Grécia Antiga. Elas nasceram e se desenvolveram a partir das mentes de grandes filósofos e poetas gregos.

Quando bem entendidas e aplicadas, essas técnicas são capazes de turbinar e melhorar muito a capacidade de memorização. E isso faz com que elas sejam extremamente úteis para estudantes, sobretudo os concursandos.

Pensando nisso, no artigo de hoje reunimos algumas das melhores técnicas mnemônicas para que você melhore sua memória. E assim tenha mais facilidade em fazer suas provas de concursos, assim como notas maiores e mais chances de aprovação.

Técnicas mnemônicas: entenda o conceito

Técnicas mnemônicas são artifícios de aprendizado que servem para auxiliar a retenção e recordação de informações na memória.

Essas técnicas consistem no uso de estratégias que aceleram o processo de gravação de informações na memória. Independente se essas informações são simples ou de uma complexidade alta.

Elas tornam as memórias das informações gravadas mais duráveis, o que fazem delas aliadas poderosas contra a curva de esquecimento. Um efeito natural do cérebro que, para proteger o órgão de sobrecargas, deleta informações pouco usadas da memória rapidamente.

As técnicas mnemônica ainda ajudam seu usuário a conseguir acessar as informações memorizadas com maior rapidez. O que é muito prático e útil para estudantes que farão provas, como em concursos públicos.

Entendido isso, agora vamos para a nossa lista.

1 – Acrônimos e acrósticos

Vamos começar com uma das mais simples e populares técnicas mnemônicas, a técnica de acrônimos e acrósticos.

Basicamente, essa técnica consiste em duas formas de sintetizar informações e facilitar sua memorização. E de modo simples, trata-se da compressão de sentenças e informações complexas em pequenos grupos de caracteres ou palavras.

Os acrósticos são utilizados para abreviar, geralmente, nomes de instituições, certificações e documentos em siglas. De forma a facilitar o seu aprendizado e memorização do nome completo da instituição, documento, etc, como por exemplo:

  • STF (Supremo Tribunal Federal)
  • CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica)
  • IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)
  • INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social)

Já os acrônimos são mais utilizados para criar mnemônicos de palavras e enumerados. Consiste em criar uma frase própria e memorável a partir da primeira letra de cada palavra sequencial que precisa decorar.

Eles também podem ser usados para memorizar conceitos complexos de forma simples ao estudar uma matéria. Um exemplo muito conhecido de acrônimo é o utilizado para memorizar os crimes inafiançáveis em Direito Constitucional.

O acrônimo é “3TH não tem graça”. Neste caso o termo “graça” representa a anistia, graça, fiança. O 3T representa os crimes de terrorismo, tortura e tráfico, e o H representa os crimes hediondos.

Os acrônimos e os acrósticos são duas formas de comprimir e simplificar informações na memória com facilidade. Enquanto que ao mesmo tempo a técnica permite acessar facilmente e de forma rápida as informações memorizadas.

2 – Palavras-chaves mnemônicas

A segunda das nossas técnicas mnemônicas de hoje é um pouco mais complexa e vai demandar imaginação. Porém, ela vai dar ótimos frutos e resultados nos seus estudos para concursos.

Nessa técnica, se utilizam palavras-chaves do que se quer memorizar para criar imagens visuais de fácil decoração. Conceitos e significados também podem ser memorizados com esta técnica.

Para você ter uma ideia, imagine que precisa memorizar o significado da palavra em inglês “Potato”, que significa batata em português.

Você pode quebrar a palavra original a ser memorizada em duas partes, e dar um significado de algo que conhece com o termo. Uma imagem ou representação fictícia com pronúncia similar também vale.

Pot – Pote

Ato –  Ator

Com estas palavras, você pode imaginar um pote sendo segurado por um ator. E para fechar o mnemônico, pode imaginar que o pote está cheio até a borda de batatas grandes e bonitas.

Pronto, você tem agora um mnemônico para o significado da palavra potato. Agora, é só utilizar da sua imaginação para memorizar o significado utilizando-se da imagem e das batatas durante suas revisões.

Essa é uma das técnicas mnemônicas que leva tempo para dominar, mas ela é altamente recompensadora. Pois permite que o estudante a aplique de diversas formas em seus estudos e revisões para concursos.

Leia também: Como evitar a curva de esquecimento e memorizar tudo

3 – Palácio da Memória

Para finalizar, vamos a terceira e última das técnicas mnemônicas que vamos apresentar hoje, o palácio da memória.

Essa também é uma técnica que vai demandar um pouco mais de esforço e prática para assimilar. Mas que pode ajudar você de diversas maneiras, tanto nos estudos quanto na vida cotidiana.

O palácio da memória, também chamado de método de loci, é uma das ferramentas mnemônicas mais antigas e eficientes. Na verdade, muitos estudiosos acreditam que essa foi a primeira técnica mnemônica criada.

A técnica consiste em criar de forma imaginativa, um ambiente amplo e organizado em sua mente. No qual você vai guardar de forma bem segmentada todas as informações que precisa armazenar em sua memória.

Essa técnica ajuda muito tanto na memorização e alocação de informações na mente. Bem como no acesso fácil e rápido das informações memorizadas. Que podem ser de conteúdos estudados para um concurso público, ou qualquer outras informações necessárias.

O palácio da memória é uma das técnicas de memorização mais conhecidas e usadas em todo o mundo. A maior parte por mérito de sua eficiência, o resto por ser utilizada pelo personagem detetive Sherlock Holmes.

Vale muito a pena conhecer e adotar na prática esta técnica, e assim melhorar seus resultados em provas de concursos públicos.

Melhore suas chances em concursos com nossa newsletter

Gostou de conhecer estas poderosas técnicas mnemônicas para incrementar sua memória?

Então saiba que você ainda pode aprender muito mais sobre memorização e ferramentas para turbinar seus resultados na hora realizar concursos.

Uma dessas formas é a de assinar a nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos e que vão direto ao ponto. Com tudo que você precisa aprender para se preparar para concursos públicos.


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!