Estudar com música para concursos é bom ou ruim? Saiba a verdade agora

Um hábito frequente de grande parte dos concurseiros ao se prepararem para provas é o de estudar com música.

Muitos consideram a prática como um trunfo essencial, que relaxa e até ajuda a aumentar a concentração nos estudos. Outros concurseiros já não gostam de estudar ouvindo músicas, pois acreditam que ela atrapalha o foco nos conteúdos estudados.

Essa divergência de opiniões levanta a dúvida de se, afinal, estudar com música faz bem ou mal. Pensando nisso, nós da Diário Oficial preparamos este conteúdo para mostrar a verdade sobre estudar ouvindo música.

Descubra agora se ouvir música enquanto estuda faz bem ou mal. E mais, qual o tipo de música que você deveria ouvir se não consegue estudar no silêncio.

Estudar com música: porque tantos concurseiros têm esse hábito

Antes de entender se estudar ouvindo música faz mal ou bem, é preciso primeiro entender porque muitos estudantes têm essa necessidade. Ou seja, o porquê de ouvir música enquanto estuda.

Muitos acreditam que o ideal é estudar em um ambiente calmo e silencioso, completamente livre de barulhos e distrações. Um ambiente onde o estudante pode se concentrar e manter seu foco apenas nos conteúdos em que está debruçado no momento.

E de fato, esse seria o cenário ideal. Porém, estudar em condições assim é praticamente impossível hoje em dia. Quem estuda em casa, por exemplo, fica a mercê dos barulhos feitos por outras pessoas na casa, ou vizinhos.

Barulhos assim não apresentam ritmo, o que pode causar uma sensação de desordem e confusão no estudante. Que não consegue então se concentrar nos estudos corretamente, e assim precisa de uma forma de contornar esses ruídos.

E uma dessas formas é justamente a de estudar com música, pois assim ele consegue se blindar desses ruídos. Logo, a música é usada por muitos estudantes de concurso como uma forma de bloquear ruídos incômodos do ambiente.

Além disso, também é usada por muitos como um meio de conseguir melhorar a sua concentração e relaxar ao mesmo tempo. Mas, será que estudar ouvindo música é assim tão positivo para o estudante?

Você já vai descobrir isso, mas primeiro, precisa entender um pouco sobre o estado de ondas alfa.

Estado de Ondas Alfa: o cérebro em seu melhor estado para aprender

As ondas cerebrais são formas pela vibração causada pela atividade neuro-elétrica do cérebro. Dependo do nível dessa atividade, se maior ou menor, o cérebro pode funcionar em cinco estados de ondas diferentes.

No conhecido estado de ondas alfa, o padrão de atividade neuro-elétrica do cérebro é mais lento. Nele, o cérebro opera em ciclos de milissegundos, tornando-se ideal para o aprendizado e facilitando a concentração.

Nesse estado, cuja frequência é de 8 a 13 hertz, o cérebro consegue bloquear distrações externas irrelevantes. O que aumenta o poder de concentração, a capacidade de aprendizado e de memorização de conteúdos.

Logo, quando estudamos com nosso cérebro funcionando em um estado de ondas alfa, tendemos a aprender mais facilmente. Técnicas de estudo bem escolhidas, por exemplo, são mais eficazes ao estudar dentro desse estado.

Sendo assim, induzir o cérebro a esse estado é uma forma de potencializar o estudo. E isso pode ser feito por uma meditação prévia ao estudo, ouvir gravações de ondas alfa, ou ainda…

Sim, estudar com música ajuda, mas depende do que o estudante vai ouvir…

Além de meditar ou ouvir gravações de ondas alfa, ouvir música também pode ajudar o cérebro a entrar em estado de ondas alfas.

Por conta disso, é possível dizer que sim, estudar ouvindo música ajuda o estudante a ter um melhor rendimento. E diversos estudos e pesquisas comprovam a eficiência de ouvir música enquanto estuda.

Por exemplo, uma pesquisa britânica descobriu que ouvir música enquanto estuda melhora o desempenho em provas. No estudo, um grupo de estudantes com mesmo conhecimento foi separado onde parte ouviria música durante os estudos e a outra não. Depois, o grupo total de estudantes faria uma prova de matemática.

Os resultados das notas comprovaram que estudantes que ouviram música enquanto estudavam tiveram um desempenho 12% maior que os que não ouviram músicas durante os estudos.

No entanto, é importante frisar que não vai ser qualquer tipo de música que vai ajudar o cérebro a entrar e permanecer em alfa.

O cérebro precisa de um ambiente calmo, com sons calmos, para entrar em estado de atividade alfa. Logo, músicas muito agitadas, como as de axé, funk, forró, heavy metal não são recomendadas para estudos.

Ritmos assim perturbam o ambiente do estudante, e tornam mais difícil sua concentração e entrada no estado de ondas alfa.

Que tipos de músicas ajudam a estudar melhor para concursos

Como dissemos acima, o tipo de música ouvida enquanto se estuda é importante para ajudar ou atrapalhar a concentração.

Com base em estudos e pesquisas, como o exemplo britânico que abordamos, ficou comprovado que a música clássica ajuda nos estudos. Pois ela ajuda o cérebro a entrar com facilidade em estado de ondas alfa.

Algumas composições, sinfonias e arranjos de gigantes como Mozart e Vivaldi são excelentes para embalar os estudos. No entanto, mesmo que você não suporte música clássica, ainda pode estudar com música e colher benefícios.

Sempre dê preferência a músicas sem letra, apenas instrumentais e calmas. Mesmo que sejam versões de músicas mais atuais, elas ainda ajudam a entrar em estado alfa.

Outra coisa que um concurseiro deve observar é a de não ouvir música em outros idiomas. Pois dessa forma o estudante previne de envolver o cérebro com mais uma atividade, dispersando assim a sua atenção e foco.

O que pode comprometer os resultados do seus estudos, bem como os resultados do uso de técnicas de estudos por exemplo.

Por fim, uma outra alternativa as músicas para ouvir enquanto estuda são sons da natureza. Em aplicativos como o Spotify é possível encontrar diversas playlists com sons de chuva, florestas, rios, cascatas, etc…

Esses sons conseguem acalmar a mente e facilitar a entrada em estado alfa, vale a pena testar eles em seus estudos.

Gostou desse conteúdo? Então assine nossa newsletter para ficar sabendo sempre que trouxermos conteúdos exclusivos para concurseiros.


Comentários


CONCURSOS 2020: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!
CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!
CONCURSOS DF 2020: principais concursos previstos para o DF em 2020!