Mais uma excelente notícia para os concurseiros de plantão, o Presidente Tribunal Superior do Trabalho, Ministro Ives Gandra Filho, confirmou que o edital do próximo concurso (Concurso TST 2017) para técnicos e analistas judiciários será publicado neste mês de agosto.

A Fundação Carlos Chagas (FCC) é a organizadora do certame.

Confira abaixo o vídeo no qual o Ministro fala sobre a realização do concurso:

 

O certame será realizado conforme a seguir:

Etapa única de caráter classificatório e eliminatório.

  • Analista Judiciário – Provas objetivas (total de 70 a 120 questões divididas entre os conhecimentos básicos e específicos); discursiva (sobre os conhecimentos específicos aplicados) e prática para o cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Taquigrafia;
  • Técnico Judiciário – Provas objetivas (total de 70 a 120 questões divididas entre os conhecimentos básicos e específicos) e redação para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, e prova prática de aptidão física para a Especialidade Segurança Judiciária.

As provas serão aplicadas em horários distintos para os cargos de nível médio e superior, de forma a permitir a participação de um mesmo candidato em ambos os processos seletivos.

VENCIMENTOS

CARGO VENCIMENTO GRATIFICAÇÃO
JUDICIÁRIA (GAJ)
TOTAL
Analista
Judiciário
R$ 4.865,35 R$ 5.254,28 R$ 10.119,93
Técnico
Judiciário
R$ 2.965,38 R$ 3.202,61 R$ 6.167,99

 

De acordo com o projeto básico, as provas serão realizadas em Brasília/DF.

Confira o projeto básico:


ÚLTIMO CONCURSO

O último concurso foi realizado em 2012 e a banca organizadora foi a própria Fundação Carlos Chagas (FCC). A banca registrou 76.811 candidatos inscritos que disputaram 37 vagas imediatas e cadastro de reserva.

Veja abaixo o edital do concurso de 2012.

EDITAL N° 01/2012 DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES - TST

As provas foram aplicadas em Brasília e nas cidades-satélites Ceilândia, Sobradinho e Taguatinga.

As remunerações variaram de R$ 4.052,96 a R$ 6.611,39 em jornadas de trabalho de até 40 horas semanais.

Os cargos/especialidades foram: Analista Judiciário (áreas: Judiciária, Administrativa, Contabilidade,  Análise de Sistemas,  Suporte em Tecnologia da Informação,  Medicina (do Trabalho) e Taquigrafia).

Os cargos/especialidades foram: Técnico Judiciário (áreas: Administrativa, Segurança Judiciária e Programação).

Comentários